Equipe

Direção
Cao Guimarães
cao_guimaraes

 

 

 

 

 

                                   É cineasta e artista plástico.
Atua no cruzamento entre o cinema e as artes plásticas. Com produção intensa desde o final dos anos 1980, o artista tem suas obras em numerosas coleções prestigiadas como a Tate Modern (Reino Unido), o MoMA e o Museu Guggenheim (EUA), Fondation Cartier (França), Colección Jumex (México), Inhotim (Brasil), Museu Thyssen-Bornemisza (Espanha), dentre outras. Realizou nove longa-metragens: O Homem das Multidões (2013), Otto (2012), Elvira Lorelay Alma de Dragón (2012), Ex Isto (2010), Andarilho (2007), Acidente (2006), Alma do Osso (2004), Rua de Mão-Dupla (2002) e o Fim do Sem Fim (2001), que participaram de renomados festivais internacionais como Cannes, Locarno, Sundance, Veneza, Berlim e Rotterdam.

Direção de Fotografia
Beto Magalhães
beto_magalhaes

Pesquisa e Entrevistas
Makely Ka
makely
Músico, escritor e diretor. Lançou discos, livros e filmes. Em 2014, lançou o projeto “Cavalo Motor”, que se desdobrou em disco, show, exposição fotográfica e documentário, resultado de uma longa viagem de bicicleta realizada pelo interior de Minas Gerais. Já se apresentou em alguns dos principais palcos do Brasil e excursionou por Portugal, Espanha, Dinamarca, Lituânia, Turquia, Grécia e México. Grande interlocutor da cena cultural em Minas, organizou mostras e festivais, participou de curadorias, produziu discos de outros artistas, fez direção artística de shows, criou trilhas para cinema, dança e teatro, realizou documentários, compôs textos para peças sinfônicas e camerísticas, participou de conselhos estaduais e federais de cultura, fundou cooperativas e fóruns de música e publicou diversos textos sobre política cultural, música, literatura e cinema.

Roteiro
Leandro Lopes
LEANDRO_lopes
Jornalista, mestre em Estudos Literários pela UFMG, e documentarista. Diretor e roteiristas dos filmes: “eu não vou ao enterro de painho” (2017), vencedor do Festival Piriápolis de Película, no Uruguai. “Sertão como se fala”, que trata do ABC do sertão (2016), “pertensença ou o encharcar-se de sertão”, documentário que refaz a caminhada do Riobaldo, do Grande Sertão: Veredas (2016) e “um humanista por acaso escritor”, sobre José Saramago (2015). Atuou durante dez anos na televisão, sendo Gerente de Programação e Produção e Coordenador de Núcleo de Conteúdos Especiais (Rede Minas de Televisão), diretor do programa Diverso (TV Brasil), e do Fiz + Sotaques (Grupo Abril).

Produção
Juliana Lavarini
WhatsApp Image 2018-04-14 at 10.26.45
Formada em Comunicação Social na Puc – Minas com atualização em filosofia na UFMG, coordenadora de finalização e produtora de filmes publicitários, curta metragens, e também produtora cultural. Foi editora e produtora da Puc TV . Editou diversos vídeos institucionais de empresas de grande porte. Morou em Nova Iorque onde estudou fotografia na FIT. Fundou a Agentz produções culturais, empresa com o objetivo de fomentar a cultura criando projetos, produzindo e dando consultoria à empresas na área. Elaborou e produziu o Festival Mundial de Circo do Brasil e diversos projetos culturais com artistas mineiros consagrados. Trabalhou em Lisboa durante quase 4 anos como produtora e coordenadora de finalização da produtora Show Off Films. Em São Paulo coordenou a pós produção da Republika Filmes, empresa que ganhou diversos premios na área de audiovisual inclusive no Festival de Cannes. Durante um ano estudou na Sorbonne , história da arte e cinema francês. De volta ao Brasil coordenou a produção da Margarida Flores e Filmes produzindo filmes publicitários de São Paulo em Belo Horizonte. Foi sócia da Imago filmes exercendo o cargo de produtora executiva e diretora de produção. No último ano foi contratada pela Seja Digital, empresa criada para fazer o desligamento do sinal analógico de TV no Brasil como coordenadora de eventos sociais e culturais em 39 cidades mineiras.

Direção de som
O Grivo

Montagem
Ian Lara
ian_lara

Sócio-Fundador da produtora Audiovisual Criativo e formado em comunicação integrada, atua no mercado audiovisual há mais de 15 anos, tendo vasta experiência em edição e finalização de imagens, com amplo conhecimento em softwares diversos como Premiere, After Effects, Audition, Final Cut, Avid, DaVinci Resolve. Entre suas realizações se destacam a montagem e finalização nos documentários “Sertão como se fala” (longa-metragem), “Um Humanista por acaso escritor” (média-metragem) e “Eu não vou ao enterro de Painho” (curta-metragem). Também realizou a montagem das três temporadas do Programa Diverso, da TV Brasil e dirigiu a Série MycoAntar, na Antártica, para a TV UFMG. É codiretor da série “Paralelo 60”, que acompanha cientistas brasileiros nos polos do planeta e também trabalha atualmente na assistência de produção de dois outros projetos: documentário “Fluxo”, que acompanha a mudança social e o êxodo urbano em Minas Gerais e “Toda timidez será castigada”, um curta-metragem de ficção.